Fiscais da prefeitura trabalham para coibir comércio ilegal na Rua Hercílio Luz, em Itajaí

Desde a semana passada 7 pessoas tiveram mercadorias apreendidas na Rua Hercílio Luz, no Centro de Itajaí. O movimento constante de vendedores ambulantes no calçadão da via central do comércio aumentou nos últimos meses e os lojistas passam a ser prejudicados com a prática. Desde o início do ano, o Presidente da CDL Itajaí busca junto com a prefeitura uma medida para solucionar esse problema.


“Estamos atendendo aos pedidos dos lojistas que pagam taxas, impostos, alvarás para ter o comércio legalizado e oferecer produto com qualidade aos consumidores. Os vendedores ambulantes não tem esses custos e acabam disputando e interferindo nas vendas das lojas em uma concorrência injusta”, explica Laerson Batista da Costa, Presidente da CDL Itajaí.

Desde o início da semana, todos os fiscais da secretaria de urbanismo atuam na Rua Hercílio Luz. De acordo com João Paulo, diretor de controle urbano, os fiscais estão trabalhando durante toda essa semana para evitar que os ambulantes consigam se instalar nas calçadas.

“A nossa ideia é marcar presença com mais frequência e evitar que eles consigam se instalar, colocar as lonas e praticar o comércio. Antes da apreensão é passado para conversar, orientar e dar advertência. A apreensão é em último caso. Sabemos que ninguém está trabalhando na rua porque gosta, mas é preciso respeitar as regras. Então, a apreensão é sim o último recurso, quando todas as conversas são esgotadas e eles permanecem cientes de que estão fazendo algo errado”, explica.

Vale ressaltar, que é possível manter o comércio na rua legalmente, mas é preciso respeitar o código de postura do município, que exige os limites de distância, os vendedores devem estar andando, entre outros itens importantes e estabelecidos em lei.