Piriquito pode ser candidato ao Senado

O ex-prefeito de Balneário Camboriú, Edson Renato Dias, o Piriquito, vai colocar seu nome a disposição do MDB catarinense para concorrer ao Senado nas eleições deste ano. Já era dada como certa sua candidatura a deputado estadual, mas o partido ainda não definiu quem vai compor a chapa, ao lado do pré-candidato ao governo, o atual deputado Mauro Mariani.


Este ano o eleitor votará em dois candidatos ao senado, mas por causa das coligações, o MDB deve lançar apenas um. O outro nome deverá ser indicado por um partido que estará na coligação, a exemplo do PR, que já sinaliza o nome do deputado federal Jorginho Melo.

Cabe então ao MDB definir quem concorrerá a esta vaga. Três nomes devem disputar na convenção do partido, que acontece no dia 4 de agosto em Florianópolis. O ex-governador Paulo Afonso Vieira, o deputado federal Valdir Colatto e Piriquito.


Pode parecer uma aventura, mas fato político parecido aconteceu em 2002, quando Leonel Pavan (PSDB) se lançou candidato ao Senado e se elegeu. Na época, outra candidatura que também tinha resistência, mas decolou e teve sucesso, foi a de Ideli Salvatti, pelo PT.