Sem encontrar um vice, Bolsonaro diz que o 'seu partido é o povo'

O deputado federal Jair Bolsonaro, pré-candidato do PSL à Presidência da República, afirmou nesta quinta-feira, dia 19, que não havia se comprometido com os partidos que rejeitaram alianças com ele, como o PR e PRP. "A maioria da imprensa cria falsa narrativa como se tivesse sido descartado por fulano e cicrano. Jamais me comprometi com nenhum dos citados", afirmou.


O deputado carioca enfrenta dificuldades para compor alianças e deve optar uma chapa pura, com um candidato a vice do seu próprio partido. Em uma rede social, Bolsonaro disse: “O nosso partido é o povo e não os líderes partidários que representam o atual sistema no Brasil”.

Em menos de 48 horas, ele recebeu o "não" do Partido da República, comandado pelo ex-deputado Valdemar Costa Neto (SP), e do 
Partido Republicano Progressista, do general da reserva Augusto Heleno Ribeiro, cotado até então para ser o vice na chapa. 

Se Bolsonaro não conseguir coligar com outras siglas, terá apenas 8 segundos em cada bloco no horário gratuito de rádio e TV que inicia no dia 31 de agosto.