Bolsonaro cai, Ciro e Alckmin crescem, aponta pesquisa

Pesquisa DataPoder360 realizada nos últimos dias de julho indica que Jair Bolsonaro (PSL) segue líder na corrida pelo Planalto num cenário em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não é apresentado como candidato. O capitão do Exército na reserva tem 20% das intenções de voto, mas enfrenta uma rejeição de 65%.


No mês passado, Bolsonaro tinha 21%. Sua variação foi dentro da margem de erro do levantamento.O principal adversário de Bolsonaro neste momento é Geraldo Alckmin (PSDB), pois ambos disputam o eleitorado do centro para a direita. Desde maio o tucano agregou 1 ponto percentual por mês à sua taxa de intenção de voto. Tinha 7% em maio. Passou a 8% em junho. Em julho, foi a 9%.

São mudanças percentuais dentro da margem de erro da pesquisa, mas que indicam uma possível –embora ainda incerta– tendência de crescimento do tucano. Alckmin também tem 1 problema semelhante ao de Bolsonaro: 62% rejeitam o candidato do PSDB.

No mais, esta rodada do DataPoder360 continua a indicar uma alta taxa de “não voto”, com 43% dos pesquisados dizendo que vão escolher branco, nulo, nenhum candidato ou que ainda estão indecisos.

O levantamento do DataPoder360, divisão de pesquisas do portal Poder360, realizou 3.000 entrevistas por meio de telefones fixos e celulares de 25 a 28 de julho. Foram atingidas 182 cidades em todas as regiões do país. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O registro do estudo no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR-09828/2018.

Há uma grande estabilidade no cenário da sucessão presidencial. Não só a pesquisa do DataPoder360 indica isso, mas todos os demais levantamentos agregados pelo Poder360 nesta ferramenta interativa única na internet brasileira, com todos os estudos disponíveis.

Nesta rodada, o DataPoder360 testou apenas 1 cenário de candidatos (com 6 nomes). Não foram testados cenários de 2º turno.