Deputada que pediu para denunciar “professores” é denunciada por ex-aluno

'Faça o que eu falo, mas não faça o que eu faço". O ditado se encaixa perfeitamente no discurso da deputada estadual eleita, Ana Carolina Campagnolo, do PSL.

Ela causou polêmica esta semana ao pedir para estudantes catarinenses filmarem e denunciarem “professores doutrinadores” em sala de aula. O fato é que ela foi denunciada nas redes sociais por um ex-aluno.


Defensora do “escola sem partido”, Campagnolo é professora de história e, de acordo com um estudante, chegou a dar aulas vestindo uma camiseta de Bolsonaro.

“Essa é ana campagnolo, minha ex professora agora deputada estadual que apoia e faz propaganda do “escola sem partido” professora ana, lembra do dia que vc usou uma camisa do bolsonaro nas aulas?? pq eu sim! ainda por cima posando pra foto com aluno tsc tsc..”, escreveu no Twitter o estudante identificado como Sebastian.

Pelas redes sociais, a escritora Elika Takimoto postou uma foto de Campagnolo vestindo a camiseta de Bolsonaro em sala de aula e ironizou: “Eis a professora em sala de aula com a camisa do Bolsonaro. Vou denunciá-la para ela mesma. Ou só de um lado que é permitido?”