Defesa Civil de Camboriú promoverá ações de redução de riscos e desastres.

A Secretaria de Proteção e Defesa Civil de Camboriú irá promover, em novembro, ações de sensibilização para a comunidade sobre redução de riscos e desastres. As atividades integram a programação do Governo do Estado para a Semana de Consciência de Proteção, que relembra as enchentes de 2008.

A primeira ação será um exercício de abandono de área, em parceria com o Corpo de Bombeiros, no dia 13 de novembro. A equipe explicará uma rota de fuga aos alunos da escola municipal Prof° Artur Sichmann, às 10 e 16 horas. “Esta ação é uma solicitação do Estado e será repetida em outras cidades da região”, explica o secretário de Defesa Civil, Flávio Geraldo. “As demais atividades foram pensadas pelo Município para que as pessoas se sensibilizem sobre a importância da proteção do meio onde vivem”.


     Foto: Enchente 2013 - Camboriú

Um plantio de plantas nativas nas margens do Rio Camboriú está agendado para o dia 17 de novembro, às 8 horas. Em parceria com a equipe da Fundação do Meio Ambiente (Fucam), serão cultivadas mudas de Araçá, Aroeira, Ipê-amarelo, entre outras.

No dia 24 de novembro, será realizado um passeio ciclístico pelas áreas atingidas pela inundação de 2008. A pedala inicia no prédio da Prefeitura, às 9 horas, e o percurso inclui os bairros Santa Regina, Cedro e Centro. Toda a comunidade está convidada a participar. “Coloraremos fitas nos postes para sinalizar o nível que a água atingiu. Queremos dar uma ideia dos estragos causados pelas enchentes aos moradores que não a viveram, especialmente as crianças”, declara Flávio.

Para encerrar a programação, a Prefeitura promoverá uma audiência pública sobre a manutenção do decreto que suspende as aprovações de projetos para construção de loteamentos. O encontro será no dia 27 de novembro, no bairro Santa Regina, às 19 horas. O local ainda será confirmado.