Parada da Diversidade de Balneário colore a Avenida Atlântica

A Avenida Atlântica ficou mais colorida no último domingo, dia 18. Nem o mau tempo atrapalhou e segundo a organização, cerca de 3000 pessoas celebraram o Orgulho LGBT, na 6ª Parada da Diversidade de Balneário Camboriú. 


Com o tema "Todxs as vidas merecem respeito", a parada tem por objetivo dar visibilidade às lutas do movimento LGBT, como igualdade dos direitos civis, criminalização da homofobia, defesa de um Estado laico e cobrar a implantação de políticas públicas. A realização do evento quase foi prejudicada pela Prefeitura da cidade, que se negou a autorizar a manifestação e que só aconteceu por intervenção do Ministério Público e Poder Judiciário. 



A concentração iniciou na Barra Sul, por volta das 14h com dois trios elétricos. Em seguida houve discursos de apoio a causa LGBT, apresentações de artistas locais e às 16h30 a caminhada seguiu em direção a Praça Almirante Tamandaré, no Centro. A drag queen Tchaka, que é a apresentadora oficial da Parada LGBT de São Paulo também marcou presença e animou o público presente.



O evento não utilizou verba pública, como muitas pessoas criticaram nas redes sociais. "Todos os gastos foram bancados por pessoas que acreditam na causa. Foi desta forma que pagamos os trios elétricos, por exemplo", disse Ney Laurentino, presidente da Associação da Parada da Diversidade.