PREFEITURA BC

Transtorno do Déficit de Atenção

Com o início das aulas, é preciso estar atentos ao aprendizado das crianças. É normal vez ou outra sermos desatentos, desorganizados e até mesmo esquecidos. Isso pode ser consequência da nossa vida contemporânea e repleta de informações instantâneas – redes sociais, vídeo games, tablets, celulares...
Mas, uma criança que frequentemente apresenta esses comportamentos, podendo ainda somar atos impensados e intensa agitação, pode ter TDAHI – Transtorno de Déficit de Atenção, Hiperatividade e Impulsividade.


O transtorno fica mais evidente quando a criança começa a vida escolar, ela apresenta dificuldades em realizar tarefas que necessitam de mais concentração e esforço mental. 
O TDAH não é preguiça. O TDAH não é má vontade. É um transtorno de base orgânica associado a uma disfunção em determinadas áreas do cérebro. Em alguns casos também é comum que apresente hiperatividade e impulsividade. Em paralelo, fatores como a história pessoal de desenvolvimento familiar, o estilo de vida, as circunstâncias presentes, entre outras situações, podem também desencadear o transtorno.
Principais sintomas:
-Incapacidade de manter atenção;
- Baixo desenvolvimento escolar;
- Dificuldade em seguir regras;
-Inquietação;
-Baixa tolerância a frustração;
-Dificuldade de esperar sua vez;
- Falta de equilíbrio e coordenação.

Esses sintomas dificultam as relações sociais e principalmente o aprendizado. Influencia de forma negativa a autoestima, autoimagem da criança e, além disso, pode provocar depressão e ansiedade. Por isso é preciso um acompanhamento com neurologista, para o diagnóstico correto e o tratamento.