PREFEITURA de bc

Polícia divulga identidade dos presos



Presos nessa terça-feira (19), um deles até tentou enganar a polícia, mas foi descoberta a identidade verdadeira. Tiago Cristiano Juste, de 33 anos, Juliano Mocelin da Luz e Paulo Sérgio Fonseca Ignácio, foram detidos pela polícia como suspeitos de participarem no assalto ao avião da transportadora de valores no Aeroporto Quero-Quero em Blumenau na semana passada.
Tiago foi detido enquanto estava sendo perseguido pela PM quando dirigia uma ambulância, tentou fugir, mas foi preso em Navegantes. Os outros dois escaparam em um veículo Prisma, abandonaram o veículo, pediram um táxi e acabaram presos, em Gaspar, às margens da BR-470.
O trio detido foi encaminhado à delegacia de Navegantes.
Num primeiro momento um dos suspeitos deu um documento falso à polícia, como Ricardo Freitas Filho. A identidade dele, na verdade, é Paulo Sérgio Fonseca Ignácio.

Ação policial
Os assaltantes foram descobertos usando um galpão alugado no Morro do Baú, em Ilhota. Ontem (19) de madrugada, Tiago saiu conduzindo a suposta ambulância e foi perseguido pelos policias. No meio do caminho, o motorista percebeu que a movimentação, seguiu pela BR-101 e entrou em Navegantes. No bairro São Domingos ele teria abandonado o veículo quando acabou sendo interceptado pela PM.
Ainda no Morro do Baú, os outros assaltantes estavam deixando o local, logo após a ambulância ter saído, por volta das 2h, quando foram abordados. Houve confronto e troca de tiros.


Há um carro que não foi localizado pela PM e que os bandidos usaram para fugir. É um Ônix prata, muito provavelmente com buracos de tiros na lataria. A polícia acredita que os bandidos estejam na região de Gaspar, Blumenau e Luis Alves. Qualquer informação sobre os suspeitos pode ser repassada no telefone 190.

O assalto ao avião
Um avião de pequeno porte que transportava malotes de dinheiro e pousou no Aeroporto Quero-Quero foi atacado por bandidos na tarde desta quinta-feira (14). Houve troca de tiros entre a equipe da empresa Brinks Segurança e Transporte de Valores e os assaltantes.
Os criminosos estavam fortemente armados, sendo o calibre de uma das armas usadas pelos bandidos é .50, de uso restrito das Forças Armadas. Eles fugiram em dois carros modelo SUV, de cor preta, em direção a Massaranduba.



De acordo com a PM, oito homens encapuzados atiraram com armamento pesado e lançaram uma granada embaixo da aeronave que pertencente à Hércules Táxi Aéreo.
Cerca de R$ 9,8 milhões que estava no avião, que veio de Curitiba, e seria transferido para três carros-fortes foi levado. A quantia ainda não foi revelada. Ainda não se sabe qual destino dos malotes na região.

Os carros usados pelos criminosos no assalto foram localizados horas depois em um matagal no Distrito da Vila Itoupava.
A casa que serviu de QG da quadrilha na região do Vale do Selke foi alugada no mês de outubro de 2018, pelo valor de R$ 1.900 mensais